segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

comunista

se te roubam é economia,
se te enganam é democracia,
se te iludem é eloquência,

se te revoltas és alarmista,
se te organizas és terrorista.

se te matam, é a prevenção,
se te bombardeiam, são os direitos humanos,
se te calam, shiu, não podem ouvir falar de revolução.

se lutas, és extremista.
se resistes, és radicalista.

desses que nos roubam,
nos enganam, iludem,
matam, bombardeiam,
calam,
as ofensas soam a elogio,
e quando levantares o rosto saberás que tudo quanto te chamam faz de ti


afinal de contas

um comunista.

o futuro

já portámos nos braços
tantas vezes
o futuro dos outros,
construamos com eles
agora o nosso.

já fomos despojados
tantas vezes
de vida e dignidade,
resgatemos agora os sorrisos
e façamos do desespero, a liberdade.

já tantas vezes servis,
escondidos em covis,
saiamos por esses campos fora,
sulcando nas cores da terra os horizontes
de uma nova hora.

- sem título -

depois de incandescentes,
as letras e os versos são como homens,
não cristalizam.
pulsam e respiram.

sanguíneas e vivas.